Foto: Max Schwoelk 

Foi lançado nesse mês o Guia Os Imperdíveis de Joinville! Ficou uma material lindo e realmente quem é Joinvilense e da uma olhada no guia, confirma que aqueles são realmente as melhores opções do que fazer na cidade.


O Guia foi elaborado com dicas de lugares, passeios e atrações sugeridas por joinvilenses apaixonados pela Cidade e, também, participantes do Projeto Destinos Turísticos Inteligentes, uma iniciativa do SEBRAE Santa Catarina em parceria com Joinville e Região Convention & Visitors Bureau e com a Instância de Governança Regional Caminhos dos Príncipes.


Joinville a Cidade dos Cafés:

Foram Listadas 20 cafeterias Charmosas de Joinville, a cidade tem muito cafés deliciosos, charmosos, aconchegantes, com muitas delícias regionais ou não.


Gastronomia de Joinville:

Estamos muito bem servidos na parte gastronômica, temos desde cozinha internacional, alemã, Italiana, Japonesa às comidas regionais.



Cervejarias Artesanais de Joinville:

Trazido da cultura alemã temos diversas cervejarias artesanais de cerveja, no Guia foi mapeado aquelas que tem bares. Da para escolher umas 3 ou 4 opções e fazer um tour (de táxi) de degustação.


Joinville por Região:

Temos o Bairro Atiradores, América e Centro onde estão concentrados a maiorias dos bares, restaurantes, cafés e lojas charmosas. A Rua do Príncipe, a Otto Boehm, Rua Lages e Via gastronômica são as principais ruas de entretenimento desse bairros.



Joinville Rural:

A área Rural de Joinville é imensa, no guia foi destacados as propriedades que estão preparadas para receber os visitantes e dividido por Regiões: Pirabeiraba, Estrada Bonita e Vila Nova.


As principais Atrações de Joinville:

Temos atrações únicas aqui em Joinville, como a única Escola do Ballet Bolshoi fora da Rússia (que você pode fazer uma visita guiada), o Instituto Juarez Machado, o Parque Hemerocallis, com seus jardins de flores lindíssimo o ano inteiro e o Barco Príncipe de Joinville que mostra de perto os encantos da Baia da Babitonga.



Serviços de Apoio ao Turista:

Joinville tem hotéis para todos os gostos e bolsos, além de agencias que fazem turismo de experiência nas propriedades rurais e fazem transporte para Beto Carrero e aeroportos de Joinville, Curitiba, Florianópolis e Navegantes.


Eu sou a Sabrina Schmitz, Uma Turista em Santa Catarina!

Criativa, Empreendedora, Mãe de 3, Viajante.

contatodasabrinaschmitz@gmail.com

www.hotelsabrina.com.br

@hotelsabrinajoinville



#turismoemsc #turismoemsantacatarina #turismoemjoinville #floraçãodosgirassóis #santacatarina #turismoemsantacatarina #consumoconciente #economiacolaborativa #florianópolis #caféscharmososdejoinville #cucadebanana #floripa #praiadajoaquina

#economiacriativa



Bombinhas realmente é um encanto! Com as amigas é ainda melhor. Fizemos um encontro das meninas que escrevem para Uma Turista Local em SC, nosso destino foi o Hotel Vila do Farol em Bombinhas.

Este foi sem duvidas um fim de semana para ficar em nossas mentes, saímos de casa sem filhos e nossos pares, decidimos que seria o momento para a 1ª Encontro das blogueiras do @umaturistaemsc, onde estaríamos fazendo o que amamos, viajar, trocar ideias, criar, melhorar o que for possível no que nos dispomos a fazer quando abordamos locais com foco no turismo.


E com a gente é assim, uma provoca e as outras vão na orquestração de uma pauta onde a melodia é compartilhamento, amizade, companheirismo e muita disposição para o futuro.


Escolhemos a jovem Bombinhas, município localizado no litoral centro-norte de Santa Catarina, de colonização açoriana, fundação em março de 1992, com apenas 35,923 km² e 19.769 habitantes (estimativa IBGE 2019). As principais atividades econômicas de Bombinhas são o turismo, a pesca artesanal e a maricultura (criação de mariscos e ostras), herança dos colonizadores dessa região, que foram povos indígenas.


A Chegada até Bombinhas - Por Sabrina Schmitz


Já fui algumas vezes à Bombinhas e no caminho temos que passar por Porto Belo, toda essa região foi colonizada por açorianos e isso esta presente na arquitetura e lojinhas de artesanatos locais.


Dessa vez resolvi parar em algumas para conhecer e parei em uma loja bem interessante onde aprendi a expressão Cutelaria, já ouviu falar? É a arte ou o ofício de quem fabrica instrumentos de corte. Visitei a loja Rota Oito, eles fabricam facas, facas lindas, de todos os tamanhos e modelos. Achei muito legal! Encontrei lojas de panelas, de todos os tipos, artigos de praia, madeira esculpida, cerâmicas artesanais... tudo muito caprichado! Eram tantas lojinhas interessantes que meu caminho à Bombinhas se prolongou um pouco!


Bombinhas é umas cidade de uma natureza exuberante, são várias praia, para ser mais exata 39 praias, acredita?! Também fiquei surpreendida, mas existem vários praias escondidas que o acesso é somente por trilhas a pé!


Você sabia que em Bombinhas as ruas são nomeadas em diferentes grupos de Animais Plantas e Elementos da Natureza:

- Centro – Peixes - Bombas – Pássaros - Quatro Ilhas – Ilhas - Mariscal – Pedras - Canto Grande – Árvores - Morrinhos – Flores - Zimbros – Rios - Sertãozinho – Frutas - José Amândio – Mamíferos


Para este fim de semana escolhemos o Hotel Vila do Farol, hotel inspirado na arquitetura açoriana e de fachada colorida, de frente para a Praia das Bombinhas, a 2 km de mergulhos na Sepultura e a 1 km da Praia das Quatro Ilhas

Opções de lazer dentro e fora do hotel: Por Mariane Bergmann


Lazer é o que não falta em bombinhas! Tanto o hotel quanto a cidade possuem uma série de opções que atendem desde crianças até adultos, dos mais calmos aos aventureiros.


O hotel Vila do Farol oferece sala de recreação para crianças, duas salas de jogos: uma para adultos e outra para adolescentes, piscina térmica, piscina externa com bar molhado, sauna seca e Lounge bar.


Além de toda a infraestrutura do hotel, há uma série de opções na cidade. A principal avenida é super agitada, com várias lojas, barzinhos, restaurantes e sorveterias. As praias de lá são conhecidas pelas águas cristalinas, e dentre tantas, se destacam a Praia da Sepultura e a praia da Lagoinha, além da praia central de Bombinhas que é linda também, e tem serviços de alimentação e locação de cadeira e guarda sol por toda a orla - mas se você estiver hospedado no Vila, eles disponibilizam cadeiras e guarda sol para os hóspedes na praia bem em frente ao hotel.


Para os aventureiros, há algumas empresas de receptivo que oferecem serviços de guiamento em trilhas, bike tour e até mergulho em alto mar!


Links úteis:

Submarine Escola de Mergulho: https://instagram.com/submarinescuba?igshid=1if2k64icsofx

Bike tour Mariscal: https://instagram.com/biketourmariscal?igshid=1uwoke4cryefb

C asa do turista (opções de trilhas e passeios): https://instagram.com/casadoturista?igshid=b080t2r2ts32


Ponto alto: a Gastronomia: Por Fernanda Thiesen Furtado


A hospedagem oferece pensão completa. Assim, café da manhã, almoço e jantar estão incluídos no valor da diária – o que faz com que a gente não precise sair em busca de restaurantes e permaneça mais tempo no hotel, aproveitando seus diferenciais.


O café da manhã é super completo. Frutas e sucos à vontade; uma variedade incrível de pães, doces, geleias, iogurte, etc.


O almoço e jantar têm seus cardápios variados, cada dia uma opção diferente, mas sempre em formato de buffet livre.


Nossa experiência foi particularmente positiva. No dia que chegamos o jantar era com pratos típicos da culinária árabe. Tudo muito bem preparado, temperado e com opções para quem preferia um jantar mais tradicional brasileiro.

No dia seguinte, o almoço foi a (quase) unanimidade nacional: churrasco. Fartura de picanha, cupim, costela, linguiça, frango e do queridinho pão com alho, além de muitos tipos de salada, acompanhamentos diversos e opções para os “não carnívoros”.


Ah! Não posso deixar de falar das sobremesas... e da caipirinha, rsss! Deliciosas! Já estamos com gostinho de quero mais!

Infraestrutura externa e apartamentos: Por Carla Merkle


Sobre os apartamentos

Contando com lindos apartamentos, modernos, amplos e confortáveis, o hotel surpreendeu neste quesito. Honestamente, me senti em casa. Ok, ok, talvez exagerei! Foi melhor que em casa! Deu vontade de me mudar para lá, sabe? Notei que o hotel cuidou para que todos os quartos tivessem vista para o mar. Aqueles que não tinham uma vista tão ampla (por estarem no térreo), em compensação tinham uma varanda de dar inveja.


Já sobre a infraestrutura externa,

Com uma localização que possibilita o hospede ter acesso direto ao mar, do tipo "hotel pé na areia", além da linda paisagem que a mãe natureza proporcionou, o hotel também conta com piscinas externas (atendidas por um bar, que oferece bebidas e petiscos), piscina interna aquecida, uma área kids com recreadoras, sala de jogos, e área para eventos corporativos (inclusive para casamentos).


Eu sou a Kétrin Círico, Uma Turista em SC

Administradora, coach, professora universitária, escritora e motociclista.

“Amo gente, rock e a vida”

E-mail: ketrin.cirico@gmail.com

Instagram: @ketrincirico

Atualizado: Set 29



Nova Veneza é uma charmosa cidade no sul de Santa Catarina, que respira cultura com seus casarios antigos construídos pelos imigrantes italianos em 1891, quando cerca de 400 famílias oriundas do norte da Itália fundaram a Colônia Nuova Venezia.


A cidade conquistou o título de Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana em 2018, e desde então tem ganhado cada vez mais reconhecimento a nível nacional como destino turístico de charme.


Com mais de um século de fundação, a herança dos antepassados ainda sobrevive nos costumes e tradições. Entre os principais pontos turísticos estão o Museu do Imigrante, as Casas de Pedras e a famosa Gôndola, doada pelo governo Vêneto. Durante a Festa da Gastronomia Típica Italiana, no mês de junho, acontece o Carnevale di Venezia, o maior evento deste gênero fora da Itália – mas isso é assunto pra um outro post.


Hoje eu quero contar as coisas que mais me encantam por lá, e vou indicar o que você não pode deixar de fazer quando for conhecer a cidade! Dá para fazer tudo em um dia, mas a cidade é tão aconchegante, que super vale a pena passar por lá um fim de semana em casal ou em família.


Casas de Pedra



Tombado como Patrimônio Histórico Nacional e Patrimônio Histórico Arquitetônico do estado de Santa Catarina, as casas de pedra foram construídas por imigrantes italianos no final do século XIX, e restauradas em 2002. A técnica de construção, que usa essencialmente pedras e barro foi trazida pelos primeiros colonizadores. No local encontram-se três edificações que estão à disposição do público para visitação. O acesso às Casas de Pedra se dá pela Via Centenária, uma estrada alternativa que liga Nova Veneza ao distrito de Caravaggio, e que foi aberta na época da colonização.



O ingresso para as Casas de Pedra custa R$ 5,00. O horário de funcionamento durante a pandemia tem sido: sábados, domingos e feriados das 13:00 às 17:00 horas.


Gôndola Lucile



As gôndolas são embarcações típicas da cidade de Veneza, na Itália, utilizadas para o transporte de pessoas. Existem apenas quatro embarcações oficiais espalhadas pelo mundo, e uma delas está em Nova Veneza. Foi doada pela província de Veneza e simboliza o elo que o município tem com o país de origem dos primeiros colonizadores.


Na Praça Humberto Bortoluzzi, no centro da cidade, os visitantes podem apreciar a embarcação que fica em um lago artificial aberto à visitação e fotografia, sem custos. Durante todos os dias, inclusive nos finais de semana, funcionários vestidos caracteristicamente de gondoleiros, atendem as pessoas que visitam o local. Não são realizados passeios, porém o visitante pode embarcar na gôndola para fotografar.



Ponte Dei Morosi


Traduzida da língua vêneta, a Ponte dos Namorados, é uma passarela de pedestres construída em 2016, como uma atração turística ligada aos primórdios da colonização, inspirada na primeira ponte construída em 1936 que servia de ponto de encontro dos namorados da época. Hoje a tradição é mantida e os pedestres e namorados que quiserem registrar sua ligação amorosa podem colocar um cadeado com seus nomes, uma forma de fortalecer o amor entre ambos e eternizar o romantismo.

Gastronomia Típica Italiana


São mais de 20 restaurantes que exploram a gastronomia típica italiana como massas, pizzas, galetos, polenta e saborosos vinhos, além de cafés e gelatos. Conheço vários, e tenho o meu favorito: o Ristorante Veneza!



O ano era 1958. Ângelo Bortolotto e Luiza Sachet Bortolotto, casados há seis anos, optaram por comprar uma “bodega” localizada no centro de Nova Veneza. O estabelecimento, devido a sua localização, era parada frequente dos serranos que vinham para cidade de Nova Veneza vender queijo e charque.

Por muitos anos estes produtos foram comercializados na “bodega” e em forma de pagamento, dona Luiza servia-lhes um prato de comida. Quando chegavam já berravam da porta: “Ô dona, faz um completo, velho, daqueles pesado”. O prato em questão era arroz, pirão de feijão, carne e salada - a mesma comida que servia de almoço para a família de Dona Luiza.



Certo dia, após o almoço da família, chegaram à “bodega” sete homens, que estavam a trabalho na região, que perguntaram à Dona Luiza se ainda restava algo nas suas panelas. Ela respondeu prontamente “acho que vocês estão com sorte hoje, nosso almoço foi comida italiana, e na casa de um bom “taliano” o que nunca falta é Polenta”.

Assim serviu-lhes polenta e acrescentou queijo, salame e ovos fritos. A partir daquele momento, a notícia de seus dotes culinários se espalhou e nunca mais parou, fazendo Dona Luiza passar de dona de bar para dona de restaurante.



Em outubro de 2018, o Ristorante completou 60 anos de história. O maior objetivo do Ristorante Veneza é proporcionar aos seus clientes uma experiência de resgate da origem dos antepassados, através de uma farta e deliciosa mesa italiana, com polenta, fortaia, galinha, saladas, massas, embutidos e carnes.


Na pandemia não estão abrindo nas segundas, de terça a sexta abrem das 11:30 às 13:30 e aos finais de semana estendem até as 14:30. Para quem preferir, atendem mediante reserva, mas não é necessário reservar. O uso de máscara é obrigatório, e estão operando com capacidade reduzida.


Depois dos passeios, não deixem de ir na Gheppo para provar o legítimo gelato italiano! A gelateria fica na mesma praça onde fica a gôndola, assim como o Ristorante Veneza.

Vai precisar de hospedagem?

Recomendo o hotel Bormon, ele fica bem na entrada da cidade e a infra estrutura é ótima!



Informações úteis:


Nova Veneza fica 215km ao sul de Florianópolis, e é vizinha de Criciúma.


Hotel Bormon:

Endereço: SC 446, Km 42.8 - Centro, Nova Veneza - SC, 88865-000

Telefone: (48) 3436-5470

https://www.instagram.com/hotelbormon


Ristorante Veneza:

Endereço: R. Conego Miguel Giacca, 51 - Centro, Nova Veneza - SC, 88865-000

Telefone: (48) 3436-1168

https://www.instagram.com/ristoranteveneza


Eu sou a Mariane Bergmann, Uma Turista em SC, consultora empresarial, apaixonada por história, cultura e gastronomia, e mãe de uma pinscher minúscula que tá sempre nos rolês comigo.

E-mail: mariane.bergmann@gmail.com

Instagram: @marianebergmann

#turismoemnovaveneza #oquefazeremnovaveneza #santacatarina #turismoemsantacatarina

#turismoemjoinville #turismoemfloripa #turismoemflorianópolis #economiacriativa #consumoconsciente #economiacolaborativa

Escolha sua Cidade:

Hotel Sabrina Joinville.jpg
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now