A capital nacional da gastronomia italiana é catarinense: conheça Nova Veneza!



Nova Veneza é uma charmosa cidade no sul de Santa Catarina, que respira cultura com seus casarios antigos construídos pelos imigrantes italianos em 1891, quando cerca de 400 famílias oriundas do norte da Itália fundaram a Colônia Nuova Venezia.


A cidade conquistou o título de Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana em 2018, e desde então tem ganhado cada vez mais reconhecimento a nível nacional como destino turístico de charme.


Com mais de um século de fundação, a herança dos antepassados ainda sobrevive nos costumes e tradições. Entre os principais pontos turísticos estão o Museu do Imigrante, as Casas de Pedras e a famosa Gôndola, doada pelo governo Vêneto. Durante a Festa da Gastronomia Típica Italiana, no mês de junho, acontece o Carnevale di Venezia, o maior evento deste gênero fora da Itália – mas isso é assunto pra um outro post.


Hoje eu quero contar as coisas que mais me encantam por lá, e vou indicar o que você não pode deixar de fazer quando for conhecer a cidade! Dá para fazer tudo em um dia, mas a cidade é tão aconchegante, que super vale a pena passar por lá um fim de semana em casal ou em família.


Casas de Pedra



Tombado como Patrimônio Histórico Nacional e Patrimônio Histórico Arquitetônico do estado de Santa Catarina, as casas de pedra foram construídas por imigrantes italianos no final do século XIX, e restauradas em 2002. A técnica de construção, que usa essencialmente pedras e barro foi trazida pelos primeiros colonizadores. No local encontram-se três edificações que estão à disposição do público para visitação. O acesso às Casas de Pedra se dá pela Via Centenária, uma estrada alternativa que liga Nova Veneza ao distrito de Caravaggio, e que foi aberta na época da colonização.



O ingresso para as Casas de Pedra custa R$ 5,00. O horário de funcionamento durante a pandemia tem sido: sábados, domingos e feriados das 13:00 às 17:00 horas.


Gôndola Lucile



As gôndolas são embarcações típicas da cidade de Veneza, na Itália, utilizadas para o transporte de pessoas. Existem apenas quatro embarcações oficiais espalhadas pelo mundo, e uma delas está em Nova Veneza. Foi doada pela província de Veneza e simboliza o elo que o município tem com o país de origem dos primeiros colonizadores.


Na Praça Humberto Bortoluzzi, no centro da cidade, os visitantes podem apreciar a embarcação que fica em um lago artificial aberto à visitação e fotografia, sem custos. Durante todos os dias, inclusive nos finais de semana, funcionários vestidos caracteristicamente de gondoleiros, atendem as pessoas que visitam o local. Não são realizados passeios, porém o visitante pode embarcar na gôndola para fotografar.



Ponte Dei Morosi


Traduzida da língua vêneta, a Ponte dos Namorados, é uma passarela de pedestres construída em 2016, como uma atração turística ligada aos primórdios da colonização, inspirada na primeira ponte construída em 1936 que servia de ponto de encontro dos namorados da época. Hoje a tradição é mantida e os pedestres e namorados que quiserem registrar sua ligação amorosa podem colocar um cadeado com seus nomes, uma forma de fortalecer o amor entre ambos e eternizar o romantismo.

Gastronomia Típica Italiana


São mais de 20 restaurantes que exploram a gastronomia típica italiana como massas, pizzas, galetos, polenta e saborosos vinhos, além de cafés e gelatos. Conheço vários, e tenho o meu favorito: o Ristorante Veneza!



O ano era 1958. Ângelo Bortolotto e Luiza Sachet Bortolotto, casados há seis anos, optaram por comprar uma “bodega” localizada no centro de Nova Veneza. O estabelecimento, devido a sua localização, era parada frequente dos serranos que vinham para cidade de Nova Veneza vender queijo e charque.

Por muitos anos estes produtos foram comercializados na “bodega” e em forma de pagamento, dona Luiza servia-lhes um prato de comida. Quando chegavam já berravam da porta: “Ô dona, faz um completo, velho, daqueles pesado”. O prato em questão era arroz, pirão de feijão, carne e salada - a mesma comida que servia de almoço para a família de Dona Luiza.



Certo dia, após o almoço da família, chegaram à “bodega” sete homens, que estavam a trabalho na região, que perguntaram à Dona Luiza se ainda restava algo nas suas panelas. Ela respondeu prontamente “acho que vocês estão com sorte hoje, nosso almoço foi comida italiana, e na casa de um bom “taliano” o que nunca falta é Polenta”.

Assim serviu-lhes polenta e acrescentou queijo, salame e ovos fritos. A partir daquele momento, a notícia de seus dotes culinários se espalhou e nunca mais parou, fazendo Dona Luiza passar de dona de bar para dona de restaurante.



Em outubro de 2018, o Ristorante completou 60 anos de história. O maior objetivo do Ristorante Veneza é proporcionar aos seus clientes uma experiência de resgate da origem dos antepassados, através de uma farta e deliciosa mesa italiana, com polenta, fortaia, galinha, saladas, massas, embutidos e carnes.


Na pandemia não estão abrindo nas segundas, de terça a sexta abrem das 11:30 às 13:30 e aos finais de semana estendem até as 14:30. Para quem preferir, atendem mediante reserva, mas não é necessário reservar. O uso de máscara é obrigatório, e estão operando com capacidade reduzida.


Depois dos passeios, não deixem de ir na Gheppo para provar o legítimo gelato italiano! A gelateria fica na mesma praça onde fica a gôndola, assim como o Ristorante Veneza.

Vai precisar de hospedagem?

Recomendo o hotel Bormon, ele fica bem na entrada da cidade e a infra estrutura é ótima!



Informações úteis:


Nova Veneza fica 215km ao sul de Florianópolis, e é vizinha de Criciúma.


Hotel Bormon:

Endereço: SC 446, Km 42.8 - Centro, Nova Veneza - SC, 88865-000

Telefone: (48) 3436-5470

https://www.instagram.com/hotelbormon


Ristorante Veneza:

Endereço: R. Conego Miguel Giacca, 51 - Centro, Nova Veneza - SC, 88865-000

Telefone: (48) 3436-1168

https://www.instagram.com/ristoranteveneza


Eu sou a Mariane Bergmann, Uma Turista em SC, consultora empresarial, apaixonada por história, cultura e gastronomia, e mãe de uma pinscher minúscula que tá sempre nos rolês comigo.

E-mail: mariane.bergmann@gmail.com

Instagram: @marianebergmann

#turismoemnovaveneza #oquefazeremnovaveneza #santacatarina #turismoemsantacatarina

#turismoemjoinville #turismoemfloripa #turismoemflorianópolis #economiacriativa #consumoconsciente #economiacolaborativa

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now