Foto: Max Schwoelk 

A Praia do Rosa é só natureza, good vibes, trilhas e... praia mesmo. É linda de viver e merece ser compartilhada com cada ser vivente do planeta.



Praia do Rosa: Coisa linda de viver


Tem algumas épocas que ela é invadida por uma galera atrás de festas, azaração e muita diversão: Reveillon, Feriados e claro, Carnaval.


Carnaval no Rosa é pura diversão: uma mistura de natureza pra curar durante o dia e as festas que rolam a noite - e até na praia mesmo.



Ilha do Batuta - Vista da Lagoa de Ibiraquera


Se você quer paz, sossego e tranquilidade, redefina sua agenda e vá em outra época. Deixe o Carnaval para os chegados nas festanças e alegrias do Carnaval.


Lembrando sempre - que independente da data, o turismo precisa ser consciente, com educação e respeito. Respeite a natureza, os moradores e os outros turistas. Leve seu lixo embora e não deixe nada além de pegadas. Clichê, né? Pois é, mas o óbvio precisa ser dito.





Então, faz a mala aí, ajeita a agenda e vem curtir o Carnaval no Rosa se você tiver a fim de muita festa e muito agito. Se não, se você quiser calmaria, venha depois. Estaremos por aqui.... te esperando.


Eu sou Ester Zen - uma turista que mora no Rosa e tem várias dicas legais pra você curtir o paraíso. Olha aqui a minha pousada e faça sua reserva. Para o Carnaval ou em outras datas.


Localizada em um vale de colonização alemã, o distrito de Vargem do Cedro situa-se ao sul de SC no município de São Martinho, seu acesso pode ser por Imaruí SC (estrada sem pavimentação) ou Tubarão SC (via pavimentada de boa conservação) para quem do litoral catarinense segue.

Até chegar a Vargem do Cedro a paisagem já é um alento a alma, o caminho está cheio de córregos limpos, pousadas, casas com jardins, povoados cheios de encantos.

Em 1880 famílias alemãs chegaram à Vargem do Cedro, onde em decorrência da situação crítica em seu país, encontram nesta localidade um novo lar, que na época era totalmente coberta por mata virgem.

Por quase 100 anos o alemão foi a língua de uso corrente no dia a dia dos colonos de Vargem do Cedro.

Em 1962, com a criação do município de São Martinho, Vargem do Cedro foi elevada à categoria de distrito.

A comunidade erguida pelos alemães procurou preservar a religiosidade, que se concretizava pela vida de oração e do trabalho, os imigrantes procuravam levar religiosas para a comunidade e assim em 1928, foram as primeiras freiras para Vargem do Cedro, da congregação das Irmãs Franciscanas de São José, também vindas da Alemanha.



A religiosidade tão presente neste povo até os dias atuais, organizou sua vida social em torno da igreja, consequentemente muitos jovens desta linda localidade tiveram a sua vocação religiosa despertada e tornara-se freiras e padres, o que fez com que o Vaticano reconheça Vargem do Cedro como a capital mundial das vocações, porque proporcionalmente, ao número de habitantes, foi a paróquia que mais deu padres para a Igreja. Incluindo São Martinho e Vargem do Cedro deram mais de 40 padres, todos dehonianos, vivem por todo o Brasil a pregar o evangelho.

O que visitar em Vargem do Cedro:

- Igreja Matriz São Sebastião, muito linda. Em seu entorno há trilhas que levam ao museu dos padres e casa paroquial, que trazem toda a história religiosa da localidade.

-Praça, área central de Vargem do Cedro

-Geschaftshaus Feuser, 1ª casa comercial de Vargem do Cedro, com enorme variedade de produtos coloniais fabricados na região, ótimo café e um shop maravilhoso.

- Fluss Haus, casa que serve café e possui fábrica de bolachas em espaço com lago e pomares.

-Kindertraum Doce Encanto, casa da bolacha, local para deixar a dieta de lado, muito lindo e saboroso o que lá é produzido.

-Pousada Dom Laurindo - www.pousadadomlaurindo.com.br

-Pousada Hellmann - http://www.pousadahellmann.com.br/


Eu sou a Kétrin Círico, Uma turista em Santa Catarina

Administradora, coach, professora universitária, escritora e motociclista.

ketrin.cirico@gmail.com






Quando somos jovens, o sonho de muitos é ter uma camiseta do Hard Rock Café.


Algumas pessoas, inclusive fazem coleção e visitam os Hard Rocks Cafés espalhados pelo mundo só para adquirir a famosa camiseta.

Esta rede inglesa, fundada em 1971 por dois jovens, recentemente abriu uma unidade em Curitiba, pertinho de Joinville.


A unidade, localizada no nobre bairro Batel, segue o estilo dos outros restaurantes espalhados pelo mundo: uma decoração estilo rock’n’roll, com instrumentos musicais, roupas e acessórios de personalidades da música pelas paredes e conta ainda com música ao vivo em determinados dias e horários.


Como é um lugar muito procurado, sugiro fazer uma reserva prévia. Caso não seja possível, chegue cedo e aproveite o local.


Além de uma deliciosa comida, durante o nosso jantar fomos surpreendidos com uma breve apresentação dos colaboradores.

Ahm... segue uma dica: não deixe de conferir as promoções que eles fazem no instagram. Nós, por exemplo, jantamos um hambúrguer com fritas e sobremesa, por um preço bem atrativo (se comparado ao preço normal do cardápio).


HRC Curitiba - https://www.instagram.com/hrccuritiba/

Whats para reserva - (41) 9 8784-3635


Eu sou a Carla Merkle, Uma Turista Local em Joinville

Empresaria, administradora, professora universitária e mãe do Luís Fernando.

carlamerkle@carlamerkle.com.br

Escolha sua Cidade:

Hotel Sabrina Joinville.jpg
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now